ALIMENTOS QUE NÃO DEVEMOS DAR A NOSSOS CÃES

Bebidas Alcoólicas:

Muitas vezes são adocicadas e podem atrair cães e gatos, mas podem induzir uma intoxicação séria e às vezes fatal. Sinais e efeitos colaterais: Descordenação, Excitação, Depressão, Urinar excessivamente, Respiração lenta, Ataque cardíaco e morte.

Abacate Folhas:

semente e a fruta do abacate contem uma substância tóxica chamada persina. Pode causar desarranjo gastro-intestinal.

Café:

Em todas as formas o café contem componentes perigosos chamados xantinas que podem causar danos ao sistema nervoso e sistema urinário além de ser um estimulante cardíaco.

Cascas de batatas e tomates:

Batatas e tomates contém uma substância chamada solanina e outro alcalóides. Se ingeridos em grande quantidade, podem gerar salivação excessiva, desarranjo do trato gastrointestinal, perda de apetite, depressão do sistema nervoso central e outros sintomas. Evite.

Cebola:

Contém  tiosulfato,cachorros sensíveis a cebola podem desenvolver anemia. Felizmente todos os cachorros se recuperam quando não ingerem mais cebola.

Chocolate:

Em todas as formas  ele  contem theobromina, um composto diurético e estimulante do coração. Sinais: Excitação inicial, beber e urinar excessivamente, vômito e diarréia. Chocolate pode causar ritmo cardíaco acelerado, podendo levar a convulsões ou mesmo morte.

Comidas estragadas ou mofadas:

Muitos tipos de mofo contem uma toxina chamada aflatoxina. Pode causar vômito/diarréia, tremores musculares, descordenação, febre, salivação excessiva e danos ao fígado.

Comidas gordurosas:

O problema principal destes alimentos é um desarranjo gastrointestinal e, em alguns casos pode culminar em uma pancreatite. Pode ser fatal em alguns animais e é quase sempre causado por comidas muito gordurosas como bacon. Noz macadâmia :

A macadâmia contem uma toxina desconhecida que pode afetar os músculos, o sistema digestivo e o sistema nervoso de cachorros. Já foram registrados casos de paralisia.

Uvas e uvas passas:

Existem casos registrados de apenas 6 (seis) uvas ou passas causando insuficiência renal aguda. A toxina não foi identificada ainda. No caso de intoxicação sempre leve ao veterinário mais próximo. Não deixe medicamentos ao alcance de animais.

Fermento :

Incapazes de arrotar o fermente vai continuar crescendo no estomago do seu cão causando desde o inchaço até a ruptura do intestino.

Ovos crus:

Podem conter as bactérias salmonella.

Leite:

O sistema digestivo do cão não digere a lactose presente no leite.

Xilitol:

Causa deficiencia no funcionamento do fígado podendo até dependendo do caso causar vômitos, letargia e perda de coordenação. Esta presente em produtos, como doces, chicletes, pasta de dentes e alguns alimentos assados.

Ossos:

Alguns ossos podem sufocar, ou podem quebrar em lascas que ficam alojadas no trato digestório. Ofereça ossos longos e com tutano, pois são menos propensos a quebrar, ou ossos artificiais que degradam devagar.

fontes:

http://pt.wikihow.com/Evitar-Alimentos-Venenosos-aos-C%C3%A3es

Guilhermo Coelho

NÃO DÊ REMÉDIO AO SEU CÃO SEM RECEITA MÉDICA.

Canil JT Ferreira Santos

Formas de contato: fones-67-33442670(fixo)/celular:8406-1415.

E- mail: taniaacad@hotmail.com

Nome skipe: taniaacad

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: